quinta-feira, 12 de março de 2009

Dez razões para sua Empresa aderir às Redes Sociais

As razões abaixo têm por base os 5 Cs da Comunicação Moderna :

1- ACESSO FÁCIL E RÁPIDO AO CONHECIMENTO
Uma rede social permite aos usuários listar suas habilidades, experiências e capacidades. Esse conhecimento distribuído dentro da empresa é mais facilmente localizado, favorecendo imensamente as organizações globais e multidivisionais onde o conhecimento está disperso e escondido pela hierarquia complexa.

2- O SER HUMANO ADORA REDE SOCIAL
Os brasileiros adoram conversar. Somos campeões de Orkut, de acesso à internet e na utilização de mídias sociais virtuais. Portanto, os funcionários das empresas já usam e abusam das redes sociais em suas casas. Eles adoram isso, chegam em casa e já vão direto para o computador acessar suas redes e seus contatos para trocar idéias. Por que não trazer esse hábito já existente para dentro da empresa?

3- A INOVAÇÃO APARECE
O ambiente aberto e colaborativo permite às pessoas, independentemente de suas posições dentro da empresa, expor suas idéias, feedback e comentários, que por mais aleatórios que possam parecer, certamente oferecerão um ponto de vista diferente do que o comando da empresa está acostumado. Muitas empresas delegam a “tal” da inovação ao “departamento de pesquisa e desenvolvimento” quando, na verdade, a inovação está em cada funcionário da empresa, dispersa e desconhecida. Veja aqui.

4- QUEBRA DA BARREIRA GEOGRÁFICA
Uma rede social virtual permite o relacionamento de pessoas que estão distantes fisicamente, em locais com fusos horários distintos e idiomas diversos. Essa característica é particularmente importante para as empresas globais. A introdução de uma rede social num ambiente de trabalho como esse traz vantagens significativas.

5- QUEBRA DA BARREIRA HIERÁRQUICA
Uma rede social bem implementada permite a expansão dos relacionamentos de pessoas de diferentes departamentos internos, onde muitas vezes a organização hierárquica formal se transforma numa barreira. Conhecer e se relacionar com pessoas de outras estruturas organizacionais é uma dificuldade nas empresas, tal situação inibe a criação de times multifuncionais que é o modelo cada vez mais praticado pelas organizações modernas. Em resumo, a rede social quebra barreiras e aproxima pessoas.

6- COMUNICAÇÃO DIRETA SEM INTERMEDIÁRIOS
Uma rede social estabelece um canal de diálogo direto entre comandantes e comandados, sem intermediários. É chance do presidente e do time executivo estabelecerem contato com os funcionários, sentir o clima da tropa e descobrir o que anda sendo conversado nos cafezinhos.

7- IDENTIDADE PESSOAL
A rede social permite que o funcionário crie a sua marca, a sua identidade e como ele deseja ser conhecido na empresa. Essa identidade pessoal pode ser criada a partir das próprias atividades que o funcionário exerce na rede social, pelos seus relacionamentos e pela sua capacidade de expor seu conhecimento, idéias e propostas.

8- REFERÊNCIAS
Uma rede colaborativa é pródiga em referências e testemunhos, o que é muito útil no dia a dia das empresas. Aliás, em todos os trabalhos que vivi, a identificação de referências sempre foi uma dificuldade muito grande. Uma rede social facilita essa exposição e até incentiva o compartilhamento de experiências. E fica lá tudinho registrado.

9- POLÍTICA DE PORTAS ABERTAS
A implementação de redes sociais nas empresas é sinônimo de transparência e portas abertas. As pessoas gostam e precisam disso. Essa liberdade é valorizada nos dias atuais, especialmente pela geração Y que considera essencial viver e trabalhar num ambiente com facilidades de troca de idéias e opiniões.

10- TECNOLOGIA SIMPLES E FÁCIL
Já passou o tempo em que a implementação de uma rede social era coisa complicada. Agora qualquer empresa pode fazer uso de ferramentas como o Blogger ou o Ning para implementar uma rede. E de graça. Qualquer pessoa sem experiência consegue fazer isso sem dificuldade. E não tem exigência de plataformas de tecnologia de hardware e software sofisticadas. Enfim, a tecnologia não é mais desculpa.

Minha experiência na IBM mostra claramente que as redes sociais trazem mais produtividade e inovação para empresa, além de mais satisfação e desenvolvimento para os funcionários. Para as empresas que trabalham com times remotos e/ou multifuncionais, não existe nada melhor do que uma solução de rede social. Ela se torna ainda mais especial se tais times estão localizados em locais diferentes, com diferenças de fuso horário e até culturas diferentes. Nesse cenário, a rede social é imbatível como ferramenta de colaboração pois se transforma numa sala de reunião virtual ligada 24hs por dia, democrática e colaborativa. Todas as conversas e interações ficam registradas. Ninguém perde nada.

A implementação de redes sociais nas empresas vai intensificar a colaboração e os relacionamentos que já existem dentro das empresas, afinal o compartilhamento de opiniões, idéias e percepções já acontece diariamente nos corredores e "cafezinhos" das empresas. Ou seja, as pessoas falam e se relacionam minuto a minuto durante o trabalho, portanto a colaboração entre elas já existe. A questão é que, na maioria das vezes, esses momentos de colaboração não ficam registrados em lugar nenhum. Muitas idéias e conceitos inovadores ficam pedidos nos “corredores da vida” das empresas. Uma rede social poderia permitir o registro e continuidade de muitas dessas idéias, comentários e percepções. Por trás disso tudo tem o medo das empresas perderem o controle da informação. Eu já até escrevi um post sobre, veja mais aqui.

E se tudo que foi dito não basta, fique sabendo que o seu concorrente já está fazendo isso. Você vai deixar ele passar a sua frente?

Digite seu email

Um serviço do FeedBurner

6 comentários:

Augusto Pinto disse...

Mauro, post sensacional! Aproveito para comentar que você ganhou o Prêmio Dardo. Esse prêmio é atribuido através de uma corrente web, onde um blogueiro atribui a outro, em função de suas preferências de leitura (de blogs). Eu o atribui ao seu blog. Veja como funciona em http://augustocvp.wordpress.com/2009/03/12/premio-dardo/

silvia bassi disse...

Premio Dardo!!!!! Yeeee

MR disse...

Mauro, como Diretor Geral de uma empresa pequena, sinto que redes sociais estão muito mais para o lado de dispersão, falta de foco, e perda de produtividade.
(Como foi relatado em outro post ref pesquisa feita na India: "O resultado da pesquisa aponta que cada funcionário entrevistado gasta 1 hora por dia navegando por diversas redes sociais, tais como Orkut, Facebook e Linkedin. Este tempo é usado para conversar, jogar ou fazer qualquer outra atividade com objetivo de satisfação pessoal. Portanto, o dia efetivo de trabalho é reduzido de 8 para 7 horas.


A pesquisa informa que 77% dos trabalhadores que estão no Orkut surfam nesta rede social durante o expediente, enquanto 83% dos pesquisados não vêem nada de errado surfar durante o expediente.")

Senti isso na carne. Tive que pedir a TI para bloquear uma série de serviços pois os funcionários simplesmente não conseguem resistir à tentação de "dar uma olhadinha no Orkut" e ficar horas.
Muita gente não tem a maturidade.
A conversa gerencial ajuda a mitigar, mas a interação entre funcionários e clientes, eficaz, ocorre nas mesas e salas de reunião aqui na empresa.
Se tivéssemos 2 mil funcionários espalhados, vá lá.
Abraço,
Rittner

Viaje disse...

Olá

Parabéns pelo conteúdo do Blogg. Didático e interessante. O único ponto que fico pensando é o de número 7. Somente um adendo. Ao criar uma identidade virtual, a pessoa pode "camuflar" a verdadeira identidade pessoal e profissional. Acredito que, além das interações virtuais (muito positivas), devem-ser feitos encontros e reuniões, para que haja, no minímo possível, a intereção pessoal, para que a relação fique completa.
to iniciando o blogg, mais fácil me encontrar no orkut, minha especialidade (Renato Furtado - Vitória - ES)

Mauro Segura disse...

Renato. Em relação ao ítem 7, eu gostaria de acrescentar o seguinte. Quando eu falo de criar uma identidade, eu quero dizer que as redes sociais permitem que qualquer funcionário cresça e apareça, ou seja, permitem a criação de uma identidade e relevância, independente de sua posição na hierarquia. Mas, para isso, a pessoa tem que usar seu nome verdadeiro, que participe agregando valor realmente interessante, de maneira positiva e construtiva. Enfim, foi este o conceito. Abraços e obrigado pelo comentário. Mauro.

Mulher sem Photoshop disse...

Mauro,

gostaria de compartilhar este post com você:

http://www.mulhersemphotoshop.com.br/2015/02/marketing-fail.html

Att, Luciana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...