terça-feira, 8 de setembro de 2009

Diretrizes das Empresas para Mídias Sociais

O que me motivou a escrever sobre este tema foi o post do Edu Vasques publicado no Pérolas chamado "Porque os guias corporativos de mídias sociais não pegaram no Brasil?". Vale a pena ler. Foi ali que descobri o Guia da Intel para Mídia Social. É um documento excelente, em português, bastante completo e claro. É uma referência importante para as empresas que pretendem entrar nas redes sociais.

Comparei os guias da IBM e da Intel. Eles são muito parecidos, em alguns momentos me deu a impressão que alguém copiou de alguém. Ambos os guias são muito bons, especialmente porque não se restrigem somente nas orientações a respeito da segurança das informações e na ética de uso, ítens que normalmente compõe o foco dos guias corporativos no uso de mídia social.

Veja abaixo alguns pontos que destaco em ambos os guias:

- Seja autêntico. Seja quem você é. Alguns blogueiros participam anonimamente, usando pseudônimos e falsos nomes. As empresas desencorajam tal comportamento em blogs, wikis e outras formas de participação online, quando relacionado a assuntos corporativos. Portanto, use o seu nome verdadeiro. Escreva na primeira pessoa. Informe que trabalha para determinada empresa, mas não esqueça de deixar claro que está escrevendo por você mesmo e não pela empresa.

- Escreva sobre o que você realmente conhece. Fale sobre temas de suas áreas de conhecimento. Se estiver escrevendo sobre um tópico no qual a sua empresa esteja envolvida, mas não for um especialista no assunto, é importante deixar isso claro para os leitores. Por isso é importante escrever na primeira pessoa.

- Nas redes sociais online, a diferença entre o que é público e privado, pessoal e profissional, é muito tênue. O simples fato de você se identificar como funcionário de determinada empresa gera percepções sobre seus conhecimentos e sobre a empresa para seus acionistas, clientes e pelo público em geral — e percepções sobre você por parte de seus colegas e gerentes. Portanto, se preocupe em gerar orgulho e valor para sua empresa. Certifique-se de que todo o conteúdo associado a você seja consistente com seu trabalho e com os valores e padrões profissionais da empresa onde trabalha.

- O que você escreve é de sua total responsabilidade. Portanto use o bom senso. Seja criterioso.

- Se você cometer um erro, admita-o. Seja rápido na correção. Não entre em discussões por conta disso. Ao postar num blog, você pode modificar um post anterior, desde que deixe claro que você fez isso.

- Se pensar em publicar algo que o deixe minimamente inseguro, pondere muito antes de pressionar "enviar".

Por fim, quero destacar o trecho final do guia da Intel que fala sobre moderação do conteúdo.

A Intel procura sempre um diálogo online equilibrado. Ao moderar o conteúdo, usamos três princípios norteantes.
O Bom, o Mau, mas não o Feio. Se o conteúdo for positivo ou negativo e dentro do contexto do assunto, nós o aprovaremos, independentemente de ele ser favorável ou desfavorável à Intel. Entretanto, se o conteúdo for repugnante, ofensivo, depreciativo e totalmente fora de contexto, nós o rejeitaremos.

Digite seu email

Um serviço do FeedBurner

5 comentários:

Carlos Eduardo disse...

As facilidades de acesso as informações hoje nos trazem muitas dificuldades e desafios, temos pessoas que sabem de tudo e não entendem de nada, os famosos anônimos.
Por isso acredito muito no poder da identidade, seja ela corporativa ou pessoal.

Alexandre Carvalho disse...

Que post sensacional! Faz qualquer refletir durante horas sobre este assunto. Sem dúvida, é um excelente complemento ao que o Eduardo escreveu.

Alexandre Carvalho disse...

Que post sensacional! Faz qualquer refletir durante horas sobre este assunto. Sem dúvida, é um excelente complemento ao que o Eduardo escreveu.

Projeto Galo disse...

As empresas ainda tem receio em divulgar sua marca em redes sociais, um grande atraso em relação ao nosso tempo, já que é a maneira mais facil e direta de divulgar sua marca para seus clientes.

Ocappuccino disse...

The good, the bad and the ugly, até o clint eastwood entrou no guia hahahahaha. Analisaando estas similiradidades é possível perceber que a cultura e visão (olhei em ambos os sites e percebi que são parecidas) são semelhantes e como já aprendi aqui mesmo que a redesocialização da empresa é reflexo da comunicação corporativa, já começo a entender o porquê dos guias serem parecidos

mateus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...