quinta-feira, 4 de março de 2010

Empresas mais ativas nas mídias sociais têm aumento de 18% na renda

Esse não é um estudo novo, já que ele foi publicado em julho de 2009, mas foi um comentário da Dyanne que me motivou a escrever um post sobre ele (Dyanne, super-obrigado!! bjs!!!).

O documento da Wetpaint/Altimeter Group chamado Engagementdb é resultado de uma pesquisa muito interessante e seu conteúdo é relevante para quem estuda redes sociais nas empresas, especialmente para aqueles que pretendem entrar neste mundo ou pretendem aumentar/melhorar seus resultados na área. A pesquisa se desafiou em pesquisar o retorno financeiro daquelas empresas que estão investindo em mídias sociais, relacionando renda e lucro com as iniciativas nas redes sociais.

A conclusão da pesquisa é que as empresas mais engajadas em mídias sociais são aquelas que vêm obtendo mais sucesso financeiro. A relação é direta. E estar engajada não significa apenas estar presente, socialização significa diálogo, interação e transparência. Ou seja, o estudo indica que o investimento feito pelas empresas em suas redes sociais e no diálogo tem retorno garantido.

Segundo o documento, as empresas mais ativas nas mídias sociais tiveram um aumento em 18% na renda nos últimos 12 meses (dado anterior a jul/2009), enquanto que as menos ativas tiveram redução de 6% nas receitas.

Dependendo do número de canais e do nível de engajamento das empresas em mídias sociais, a pesquisa classificou as empresas em 4 interessantes perfis: mavens, butterflies, selectives e wallflowers. E faz a análise do retorno financeiro em função desses perfis. Eis um resumo de cada perfil:

Mavens - são as empresas que usam mídias sociais intensamente dentro de sua estratégia "go-to-market" e são muito ativas em vários canais. Usualmente elas têm times dedicados para a área, com foco na colaboração intensiva e no diálogo com seus stakeholders via mídia sociais;

Butterflies - são as empresas que reconhecem que precisam estar nos vários canais de mídia social, mas só conseguem bons resultados em apenas parte deles. Eu poderia dizer que são aquelas que tentam fazer muitas coisas ao mesmo tempo, mas somente tem sucesso real em algumas atividades;

Selectives - são as empresas que focam poucos canais de mídia social, mas fazem muito bem feito, alcançando bons resultados nessa estratégia. Tipicamente são empresas que começaram em mídia social através de um "internal evangelist".

Wallflowers - são as empresas que estão em poucos canais e com resultados fracos. Porém elas têm consciência que precisam trabalhar melhor e estão constantemente revendo seus planos e investimentos em mídia social.

O documento traz também "best practices" de 4 grandes estrelas em mídias sociais: Starbucks, Toyota, SAP, e Dell. Vale muito a pena passar por todas elas. São lições valiosas.

Enfim, este é um reporte de ouro. É para imprimir e ler com calma. Acesse o relatório AQUI. Aliás, aproveita para marcar o site do Engagementdb como uma fonte de pesquisa relevante. Tem muita informação útil.

Digite seu email


Um serviço do FeedBurner

16 comentários:

Carol Terra disse...

Mauro, quem se relaciona melhor, por mais canais e ouve o que dizem sobre uma organização realmente tem mais chances de ser mais conhecido e de se vender mais. Por isso, esses resultados, imagino! Ótimo post, como sempre! Abraços, Carol Terra (http://meadiciona.com/carolterra)

Carol Terra disse...

Mauro, quem se relaciona melhor, por mais canais e ouve o que dizem sobre uma organização realmente tem mais chances de ser mais conhecido e de se vender mais. Por isso, esses resultados, imagino! Ótimo post, como sempre! Abraços, Carol Terra (http://meadiciona.com/carolterra)

uniRP disse...

Muito bom o texto, é ótimo ler essas informações! E, ao que tudo indica, essa realidade tende a crescer cada vez mais. Muito em breve, as empresas não terão outra saída, a não ser apostas nas mídias sociais. Grande abraço!

Jaque Hansen disse...

Mauro, excelente texto. Como meu mercado B2B, o uso de redes sociais é mais desafiador ainda. Você sabe como faco para ter acesso a pesquisa ?

Mauro Segura disse...

Jaque. Muito obrigado pelo comentário. O link da pesquisa estava no texto. Deve ter passado desapercebido por você. Mas coloco ele aqui abaixo. Abraços.
http://www.engagementdb.com/downloads/ENGAGEMENTdb_Report_2009.pdf

Washington Sales disse...

Olá! Mauro
Sou recente nos estudos das redes socias, mas uma coisa tenho certeza não podemos mais pensar em estratégias de comunicação mercadologica sem passar pelo ambiente das redes sociais, por mais simples que ela seja. Recentimente le uma nota em uma revista sobre uma pesquisa feita no Reino Unido onde prova que as empresa perdem US$ 2,2 bilhões por ano com a distração em redes socias, mais isso ainda é reflexo de mau uso desse ambiente pela as empresas. Como essa pesquisa que vc nos apresentou comprova o sucesso desse novos canais de comunicação. Excelente Post.

Abraços...

Laís disse...

Muito bom o texto, ótimo para utilizar como argumento para empresas que ainda acreditam que mídias sociais são para adoslecentes desocupados. Acredito que esses resultados são devido ao fato de empresas mais ativas em mídias sociais terem um alcance de divulgação maior, além de conseguir promover um relacionamento mais próximo com seus consumidores, aumentando sua satisfação e formando clientes mais satisfeitos.

Parabéns pelo blog.

Abraços!
Laís

Dyanne A. de disse...

Oi, Mauro

Fiquei muito feliz pelo meu comentário ter rendido um post =)

Acho que esse assunto ainda dará muito pano pra manga, mas com ctz as empresas que apostarem primeiro nas mídias sociais estarão muito a frente das outras (acredito muito nessa pesquisa).

Acredito que a maioria teme em dar voz aos funcionários, mas elas perdem, pois muitos deles devem ter excelentes ideias mas não tem a oportunidade de falar. Além de tudo, o uso das mídias sociais nas empresas também é uma ótima ferramenta para oferecer skills de uma forma rápida e barata aos funcionários.

Beijos!

Zee disse...

Sabe Mauro, minha intuição me diz que tudo que é colaborativo tem mais chances de dar certo.

Me parece que as sociedades só conseguem realmente evoluir quando tem uma grande parcela de sua população focada em processos colaborativos.

A competição é péssima para a evolução da sociedade humana. Pois instiga nossos vícios em detrimento a nossas virtudes, e então temos todo o bom e velho destempero humano...

Redes sociais são uma expressão desse potencial colaborativo. E mais, elas são um termometro do que a sociedade pensa e faz. Como dizem os sociálogos "de per si", ou seja, da humanidade para a humanidaade.

Conectar-se a isso é conectar-se ao seu mercado de uma forma em que vc pode saber o que realmente pensam as pessoas, simplesmente ouvindo-as...

O que torna estratégias de massificação, um tanto quanto obsoletas, pois agora que vc sabe o que realmente pensa o consumidor do seu produto... o que te impede de enviar a ele um consultor seu e fechar uma venda?

Para que investimentos em publicidade cujo retorno é hipotético e causa tantos transtornos morais?

Temos ai material para dias de conversa boa e para ações desafiadoras e interessantíssimas em nossos cotidianos!


Abraço á todos!

Adriana disse...

Ola interessante a informação.

Você conhece essa pesquisa aqui:
http://mirandonocinema.wordpress.com/2009/09/30/redes-sociais-influenciam-publico-de-cinema/

Mauro Segura disse...

Adriana. Esta pesquisa é muito interessante. Até citei ela no meu twitter. Muito bom. Manda mais. Abraços e obrigado por visitar e comentar no meu blog. Mauro.

Mauro Segura disse...

Washington. Eu escrevi sobre a pesquisa que você cita no post abaixo.
http://aquintaonda.blogspot.com/2009/10/trabalhadores-dizem-que-seus-colegas.html
Abraços. Obrigado por visitar e comentar no meu blog. Mauro.

C. S. Soares disse...

Então, Mauro, trata-se, como você mesmo tem mostrado, de um exercício a se começar de casa. Acho, por exemplo, que a PwC Brasil acerta (na mosca) ao usar Twitter e Facebook como parte de suas estratégias de contratação de trainees: http://bit.ly/b6F22K . É importante, primeiro, começar em casa.

Prí Loredo disse...

Mauru, excelente post. Hoje está cada vez mais evidente que a comunicação, não só nas redes sociais, mais no meio digital como um todo é importante para criar um relacionamento e engajamento nos consumidores. A relação é direta e o retorno garantido, resta as empresas aceitarem de uma vez essa realidade e investirem em relacionamento com conteúdo através do meio digital.

Sucesso Empresarial disse...

Olá sou especialista de SEO da empresa SE e gostaria de firmar uma parceria de link entre os blogs.

Aceitaria parceria?

Caso aceite, coloque nosso link desta forma:

<a href="http://www.sucessoempresarial.com/dicas-para-empresas/como-atingir-o-sucesso-empresarial/" title="Sucesso Empresarial'>Sucesso Empresarial</a>

Logo em seguida faremos o mesmo!

ou

Pode nos dizer um valor e negociaremos!

Aguardo!!

Sobre as Redes Sociais disse...

Já é obrigação as empresas estarem presentes nas redes sociais, mais não adianta só estar lá tem que fazer um trabalho legal e sem spam!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...